Apostila (EA EAGS) AERONÁUTICA 2017/2018 - PAVIMENTAÇÃO


Por:
R$ 35,00

ou 3x com juros de R$ 12,13
 

                                                                        AERONÁUTICA

                                       ESCOLA DE ESPECIALISTAS DE AERONÁUTICA - EEAR

 

A Aeronáutica através do seu Comando anunciou o Exame de Admissão ao Estágio de Adaptação à Graduação de Sargento da Aeronáutica do ano de 2018 (EA EAGS), com duração de aproximadamente um ano.

A organização Militar responsável por este Processo Seletivo é a Escola de Especialistas de Aeronáutica - EEAR de Guaratinguetá, São Paulo.

Podem participar candidatos de ambos os sexos, que tenham concluído o Ensino Médio (para todos os candidatos) e Curso Técnico de Nível Médio, além de não ter menos de 17 anos e nem 25 anos completos até 31 de dezembro de 2018.

No total são 173 vagas, distribuídas nas especialidades de Administração (40), Enfermagem (45), Eletricidade (14), Eletrônica (30), Pavimentação (8), Informática (20), Obras (8) e Topografia (8).

O aluno atuará em regime escolar da EEAR e fará jus à remuneração fixada em lei, além de alimentação, alojamento, fardamento, assistência médico-hospitalar e dentária.

As Inscrições poderão ser efetuadas pelo site www.ingresso.eear.aer.mil.br no período de 3 a 31 de janeiro de 2017, mediante o pagamento da Guia de Recolhimento da União (GRU), no valor de R$ 60,00.

A isenção da taxa de inscrição será concedida aos candidatos que comprovarem ser inscritos no Cadastro Único (CadÚnico) para Programas Sociais do Governo Federal ou membro de família de baixa renda, conforme Lei, Decretos e prazo especificados no edital.

Os inscritos serão classificados por meio de Provas Escritas previstas para serem aplicadas no dia 9 de abril de 2017, na localidade indicada no ato da inscrição, as outras etapas serão compostas por Concentração Intermediária que visa orientar o candidato para prosseguimento no exame com a realização de Inspeção de Saúde, Exame de Aptidão Psicológica, Teste de Avaliação do Condicionamento Físico, Prova Prática de Especialidade e Concentração Final para comprovação dos requisitos previstos e análise dos documentos, ambos de caráter eliminatório.

As provas serão realizadas nas cidades de Belém - PA, Recife - PE, Fortaleza - CE, Salvador - BA, Rio de Janeiro - RJ, Belo Horizonte - MG, São Paulo - SP, São José dos Campos - SP, Campo Grande - MS, Canoas - RS, Santa Maria - RS, Curitiba - PR, Brasília - DF, Manaus - AM e Porto Velho - RO.

 

(EA EAGS) - ESTÁGIO DE ADAPTAÇÃO À GRADUAÇÃO DE SARGENTO DA AERONÁUTICA

PAVIMENTAÇÃO

LÍNGUA PORTUGUESA

1.1 TEXTO

IInterpretação de textos literários ou não-literários.

1.2 GRAMÁTICA:

Fonética: Sílaba: separação silábica e acentuação gráfica. Ortografia. Morfologia: Processos de formação de palavras; Classes de palavras: substantivo (classificação e flexão); adjetivo (classificação, flexão e locução adjetiva); advérbio (classificação, colocação e locução adverbial); conjunções (coordenativas e subordinativas); verbo: flexão verbal (número, pessoa, modo, tempo, voz), classificação (regulares, irregulares, defectivos, abundantes, auxiliares e principais) e conjugação dos tempos simples; pronome (classificação e emprego). Pontuação. Sintaxe: Períodos Simples (termos essenciais, integrantes e acessórios da oração) e Períodos Compostos (coordenação e subordinação); Concordâncias verbal e nominal; Regências verbal e nominal; e Crase. Tipos de discurso. Estilística: Figuras de linguagem (metáfora, metonímia, hipérbole, prosopopéia, eufemismo e antítese).

PAVIMENTAÇÃO – SPV

2.6.1 MECÂNICA DOS SOLOS

2.6.1.1 Origem e formação dos solos. Pedologia. Composição química e mineralógica. 2.6.1.2 Propriedades das partículas sólidas do solo: Natureza das Partículas, Peso Específico das Partículas, Forma das Partículas, Atividade da Superfície dos Solos Finos, Bentonitas, Tixotropia, Granulometria, Classificação trilinear dos solos e Correção Granulométrica. 2.6.1.3 Índices físicos: Elementos constituintes de um solo, Teor de umidade de um solo, Peso específico aparente de um solo, Peso específico aparente de um solo seco, Índice de vazios, Grau de compacidade, Porosidade de um solo, Grau de saturação de um solo, Grau de aeração, Peso específico de um solo saturado e Peso específico de um solo submerso. 2.6.1.4 Estrutura dos solos: Definições e tipos de estrutura e Amolgamento. 2.6.1.5 Plasticidade e consistência dos solos: Plasticidade, Limites de consistência, Limites de Liquidez, Limites de Plasticidade, Índice de Plasticidade, Gráfico de Plasticidade, Índice de Consistência, Grau de Contração e Limite de Contração. 2.6.1.6 Fenômenos Capilares e Permeabilidade de solos: Teoria do tubo capilar, Importância dos fenômenos capilares, Lei de Darcy. Determinação do Coeficiente de Permeabilidade. 2.6.1.7 Compactação de solos: Curvas de compactação, Ensaios, Curvas de resistência, Compactação no campo, Controle de compactação e Ensaio Califórnia. 2.6.1.8 Ensaios: De adensamento, Granulometria, Equivalente de areia, Massa específica real e Abrasão Los Angeles. 2.6.1.9 Classificação de solos: Sistema unificado de classificação e Sistema de classificação H.R.B. 2.6.1.10 Exploração do subsolo: Método de exploração do subsolo, Profundidade, Locação e Número de sondagens, Abertura de poços de exploração, Execução de sondagens, Tipos de sondagens e amostradores e Apresentação dos resultados de um serviço de sondagem.

2.6.2 CONCRETO-CIMENTO

2.6.2.1 Cimento Portland: Composição química, Hidratação do cimento, Pega e endurecimento, Grau de moagem, Estabilidade de volume, Calor de hidratação e Resistência aos esforços mecânicos. 2.6.2.2 Agregados: definições, classificação e obtenção, Filler, Agregados graúdos e miúdos e Ensaios para agregado graúdo e miúdo. 2.6.2.3 Água de amassamento e Aditivos. 2.6.2.4 Propriedades do concreto fresco: Trabalhabilidade, Ensaio de consistência pelo abatimento do tronco de cone e Exsudação. 2.6.2.5 Propriedades do concreto endurecido: Massa específica, Resistência aos esforços mecânicos, Permeabilidade e absorção e Deformações. 2.6.2.6 Influência do tipo de agregado graúdo nas propriedades do concreto. 2.6.2.7 Dosagem de concreto, Dosagem não experimental e fundamentos e Dosagem experimental. 2.6.2.8 Produção dos concretos: Mistura, transporte, lançamento, adensamento e cura do concreto, Centrais e Usinas. 2.6.2.9 Controle tecnológico do concreto: Verificação do consumo de cimento, Verificação da resistência aos esforços mecânicos - processos destrutivos e Verificação das características mecânicas – ensaios não destrutivos. 2.6.2.10 Durabilidade do concreto.

2.6.3 MATERIAIS BETUMINOSOS

2.6.3.1 Asfalto: Definições e Produção. 2.6.3.2 Cimento asfáltico de petróleo, Asfaltos diluídos e Emulsões asfálticas. 2.6.3.3 Asfaltos Oxidados. 2.6.3.4 Ensaios de caracterização e controle. Ensaios: Viscosidade Saybolt-Furol, ponto de fulgor, ponto de amolecimento, ductilidade, penetração, destilação de asfalto diluído e resíduo de destilação, adesividade. 2.6.3.5 Ensaio MARSHALL (estabilidade e fluência), Determinação do teor de betume. 2.6.3.6 Agregados: Granulometria e Classificação Comercial de Britas. 2.6.3.7 Densidades e massas específicas e Massa específica aparente ou densidade aparente. 2.6.3.8 Resistência dos Agregados: Ensaio de Abrasão Los Angeles, Ensaio de Abrasão – Máquina Deval, Ensaio de Impacto Page, Ensaio de Tenacidade Treton e Produção de Agregados.

2.6.4 CONSTRUÇÃO DE PAVIMENTOS

2.6.4.1 Canteiro de serviço. 2.6.4.2 Regularização e preparo do subleito, Camada de bloqueio e Reforço do subleito. 2.6.4.3 Bases rígidas e flexíveis. 2.6.4.4 Base de brita graduada: Agregado, Equipamento, Processo de construção e Controle de execução. 2.6.4.5 Brita graduada tratada com cimento. 2.6.4.6 Base de macadame betuminoso: Equipamento, Especificação e Processo de construção. 2.6.4.7 Base de solo estabilizada granulométricamente: Estabilização de solos, Usinagem do solo estabilizado, Especificação, Equipamento e Processo de construção. 2.6.4.8 Solo-cimento: Dosagem, Água, Teor de cimento, Solo escolhido, Processo de Construção, Importação do Solo e Influência de Aditivos. 2.6.4.9 Tipos de usinas de asfalto: Partes constituintes e Funções. 2.6.4.10 Pré-misturados. Pré-misturados à quente. Pré-misturados a frio. Binder. 2.6.4.11 Imprimaduras e pintura de ligação. Execução de imprimaduras e pintura de ligação. 2.6.4.12 Revestimento: Concreto Betuminoso usinado a quente, Execução de concreto betuminoso usinado a quente, Areia-asfalto, Lama asfáltica, Tratamentos superficiais Simples, Duplos e Triplos. 2.6.4.13 Construção de pavimentos de concreto de cimento: Revestimento, Lançamento, Acabamento e Cura, proteção e abertura ao tráfego, Construção de juntas (transversais, longitudinais e de construção) e selagem das juntas. 2.6.4.14 Fabricação de concreto. Usinas de concreto. 2.6.4.15 Calçamento: Pavimento de paralelepípedos. O paralelepípedo. O calçamento. Pavimento de alvenaria poliédrica. Pavimento de blocos de concreto pré-moldados e articulados.

 

 

OBS:

 

Prezado Cliente: 

 

Não Trabalhamos com apostilas impressas e sim digitais no formato PDF, enviadas por email/link para download e as imagens são apenas ilustrativas.

O envio será feito até 24 horas após sermos notificados da realização e aprovação do pagamento pela instituição financeira.

Solicitamos também aos nossos clientes , que olhem em suas caixas de E-mail, inclusive caixa de Spam e Lixo eletrônico pois muitos programas de e-mails, direcionam arquivos para essas pastas.

 

COLOQUE ESTA PÁGINA EM SEUS FAVORITOS.VOCÊ PODE PRECISAR!

 

 

 

 

Deixe seu comentário e sua avaliação


Características


    Confira os produtos